Regulamento

REGRAS DE PARTICIPAÇÃO E REGULAMENTO

  • A competição é individual. Não são permitidos assistentes.
  • Não há limite de idade, mas tem de ter 3 anos de experiência como chefe de sushi.

 

Desafio Nacional

O número de participantes na competição é limitado e a selecção dos mesmo estará a cargo da NSC e o WSSI.  A decisão final sobre a seleção dos finalistas será feita com base no seu formulário de inscrição. Decisão essa que é definitiva e não pode ser contestada.

A competição será avaliada em duas rondas:

1. Demonstrar conhecimentos e competências para confeccionar Edomae sushi

Apresentar 7 peças e 1 rolo fino cortado em 6 pedaços, em 10 minutos.

  • 2 peças de salmão
  • 1 peça de eixe de alto mar “ao mono”
  • 1 peça de peixe branco “shiro mi”
  • 1 peça de marisco ou lula “kai rui”
  • 1 peça de camarão cozido
  • 1 ovo
  • 1 rolo de pepino “kappa maki” cortado em 6

Preparar 2 pratos idênticos, 1 para apresentação e 1 para os jurados.

Também deve incluir a sua própria folha de bambu “sasa” cortada, e gengibre “gari”.

Não é obrigatório cortar a folha de bambu, mas quem o conseguir fazer em 10 minutos recebe pontos de bónus.

Todos os ingredientes serão providenciados pelos jurados do WSSI e entregues aos participantes.

O Edomae sushi deve ser apresentado num prato retangular ou num “oke” circular, conforme ilustrado, consistindo num total de 7 peças e 1 rolo cortado em 6 peças. A utilização das cores vermelho, branco, amarelo, azul e preto é um dos princípios do Edomae sushi.

Example of Edomae Sushi

Para ajudar os jurados a selecionar os finalistas, o marisco não deve ser alourado, marinado, nem “manipulado” de forma alguma. Os jurados vão prestar atenção ao fatiamento e corte corretos do marisco, interseções de corte limpo, altura e recheio dos rolos de sushi, a firmeza do arroz de sushi e o equilíbrio e apresentação/empratamento gerais.

2. Apresentar um prato de sushi original

Apresentar um total de 20 peças (8 peças têm de conter salmão de alguma forma), o restante marisco e os restantes ingredientes ficam ao critério do participante. As 20 peças devem ser diferentes.

Preparar 2 pratos idênticos, 1 para apresentação e 1 para os jurados em 60 minutos.

Os finalistas também devem seleccionar a sua melhor peça “Recomendação do chefe” para os jurados provarem, e servi-la directamente aos jurados, tal como se faz no balcão de sushi.

A peça “Recomendação do chefe” pode ser qualquer estilo de sushi, e qualquer tipo de marisco com qualquer ingrediente, à escolha do chefe.

Os ingredientes para esta criação, excepto o Salmão, deve ser organizada e trazida por cada participantes caso não exista outra indicação prévia por parte da organização

Pontos gerais de avaliação:
Organização durante a preparação e apresentação, higiene pessoal, higiene e ética profissional, desperdício de comida e utilização de salmão.

Além do sabor e do equilíbrio geral, serão avaliados critérios como empratamento, marisco correctamente cortado e colocado, intersecções de corte limpo, a firmeza do arroz, o modo como cada ingrediente está equilibrado e realça o umami. Os molhos não devem dominar o sabor do marisco nem do arroz.

Exceder o tempo definido para cada ronda representa uma penalização na avaliação.
Corte de dedo/mão terá uma penalização de menos 30 pontos no total da avaliação.